top of page

O que é o Reiki

Atualizado: 3 de dez. de 2018

“Reiki é a arte secreta de convidar a felicidade”, de acordo com seu fundador Mikao Usui.


O Reiki é uma técnica japonesa centenária que consisite em restabelecer o equilíbio e plenitude de qualquer ser vivo, seja ele homem, animal ou planta, através da canalização da energia universal para a energia vital de cada ser. O Reiki pode ser aplicado através da impostação de mãos, olhar ou sopro. Utiliza símbolos específicos para ativação desta energia, que são transmitidos dos mestres para os alunos durante um curso e sintonização.


O Reiki é considerado terapia complementar, holística ou integrativa, em raríssimos casos como terapia alternativa, ou seja, o Reiki atua em conjunto com as terapias tradicionais e não dispensa o uso de medicamentos quando receitados pelo médico, psiquiatra, dentista ou médico veterinário.


O resultado da aplicação da energia do Reiki nem sempre é de fácil avaliação pelos métodos atuais considerados científicos, devido a impossiblillidade de sua quantificação por conta de sua natureza e modo de ação. Contudo alguns esforços tem sido feitos no sentido de determinar seus efeitos e existem centenas de artigos publicados em períódicos científicos nas diferentes áreas da saúde, com resultados inquestionáveis principalmente com efeitos na diminuição do estresse, ativação do sistema imune, aceleração da cicatrização e diminuição dos efeitos colaterais e mal estar provocado por quimioterápicos.


O Reiki é usado mundialmente e no Brasil compõe o Sistema Unico de Saúde – SUS e está presente em alguns grandes hospitais, como o Sírio Libanês e o Albert Einstein. Na Medicina Veterinária os estudos são crescentes, com um grupo de pesquisa da USP contribuindo de forma relevante desde 1999. O atendimento ao público do Hospital Veterinário da Universidade Rural do Rio de Janeiro também inclui o Reiki para seus pacientes.


O Reiki não tem nenhum vínculo religioso, nem é tratamento espiritual, embora muitos pacientes humanos relatem algumas experiências deste tipo durante a terapia. O Reiki, por ser de origem japonesa, inclui em seus ensinamentos conceitos da medicina oriental, levando em consideração os desequilíbrios energéticos como causadores de doenças e distúrbios emocionais e mentais e ainda a observação dos chacras e seus desequilíbrios.


Nos seres vivos a energia circula de forma livre. Essa energia alimenta órgãos e células, regulando ainda as funções vitais. Se há bloqueios na livre circulação energética, prejudicando o trânsito, advém o desequilíbrio e a consequência no corpo físico.

Essa energia vital está em harmonia com o corpo quando existe ordem fisiológica, equilíbrio psicológico e estabilidade emocional. O Reiki é uma técnica para a união dessa energia com os poderes de cura inatos ao corpo. Ela alimenta os mecanismos do corpo permitindo que ele elimine as toxinas acumuladas e restaure seu equilíbrio físico e mental.


O Reiki apenas dá o poder de cura ao receptor. Ele induz o receptor a assumir a responsabilidade pelo seu processo, reconhecendo que quem recebe o tratamento possui o poder de curar. A inteligência inerente ao corpo do receptor sabe o que é necessário e dirige a energia para a mais alta prioridade.


Cura, trabalho com energia, terapia e assim por diante são apenas atributos com os quais revestimos o reiki, de modo a torná-lo mais fácil de entender e de ser aprendido pela mente racional. Um artista aprenderá a transformar a energia em arte com mais facilidade, um homem de negócios transformará o reiki em dinheiro, um cozinheiro criará pratos carregados de energia e um religioso será um melhor religioso. Um mestre na arte de viver transformará o reiki em prazer de estar vivo. O Reiki é um caminho de plenitude.


O Reiki é um sistema de auto ajuda perfeito, que se ajusta àquele que o usa e não requer intermediários, independentemente de você ser um iniciante no mundo espiritual, um intelectual experiente, um estudante de yoga que enfatiza o corpo, uma dona de casa ou um devoto. Ele nos põe de novo em contato com a energia vital há muito esquecida, mas que a tudo permeia, e nos ensina como amar a nós mesmos novamente. Ajuda-nos a cruzar o vão aberto pelo homem ente nossos semelhantes humanos e a natureza, para que assim possamos viver de novo em harmonia.


Em 1922, após iluminação no monte Kurama, Mikao Usui fundou a Usui Reiki Ryoho Gakkai (Associação do método de tratamento de Usui por meio da Energia Universal (Reiki). O Reiki veio para o ocidente através da americana descendente de japoneses, Hawayo Takata, em 1935. Mikao Usui logo percebeu que as pessoas saíam melhores, mas depois de um tempo voltavam com outros problemas. Então ele percebeu que para que a cura física seja efetiva, a cura mental se faz necessária. Com isso, Usui selecionou cinco frases de algumas linhas de ensinamentos e as colocou na prática do Reiki: o Gokai – os 5 princípios do Reiki, que provocam e estimulam uma maior reflexão. São um chamado a questionar de maneira profunda, nossa própria conduta e a abandonar nossos costumes antigos e carentes de sentido.

São eles:

IKARU NA – sem raiva

SHINPAI SUNA – sem preocupação

KANSHA SHITE – seja grato

GYO-O HAGE ME – faça suas obrigações

HITO NI SHINSETSU NI – seja gentil com todos


O resultado da aplicação do Reiki não é apenas determinado pelo receptor e sim em bases de prioridade. Deste modo o resultado pode ser diferente daquilo que o reikiano ou o paciente querem ou esperam. Pode-se dizer que o Reiki propicia aquilo que quem o recebeu necessita que pode não coincidir com o que é pensado ou desejado naquele momento. Isto revela o aspecto verdadeiro de seus efeitos que reside no fato de que a capacidade e a responsabilidade dos efeitos estão dentro do indivíduo.


O Reiki não tem contra-indicação, mas ocasionalmente pode apresentar algumas reações adversas leves dependendo do nível de intoxicação do corpo, como sede, sonolência, agitação ou diarréia.


O tempo de cada sessão e o número de sessões necessárias é muito relativo e varia conforme cada indivíduo e situação. Percebe-se de uma forma geral que mudanças mais sutis de estado emocional começam a ocorre a partir da terceira semana, enquanto alívio de dor e desconforto ocorrem imediatamente após a sessão.


O Reiki pode ser usado em qualquer caso, porém vale ressaltar as seguintes indicações:

- combater ou ajudar a combater doenças e distúrbios em geral;

- melhorar o sistema imunológico;

- diminuição dos efeitos colaterais de quimioterápicos e outros medicamentos;

- prevenção de doenças e disfunções físicas e mentais;

- redução do estresse;

- cessar ou aliviar a dor;

- acelerar o processo cicatricial. Ótimo pré e pós cirúrgico.


O Reiki Pet


Sabemos que os animais também pensam e sentem emoções. Que também possuem corpos energéticos para essas funções, assim como nós, e que esses corpos ficam desequilibrados nas disfunções. Portanto, os animais beneficiam-se muito do Reiki, e são muito receptivos.

Os efeitos e indicações são muito similares, podendo incluir como indicação forte os distúrbios comportamentais em cães e gatos, que apresentam melhora significativa com o Reiki.

Os animais de companhia têm um papel muito importante em nossa cura, evolução pessoal e bem estar geral. Mas só podem exercer este papel com plenitude quando estão no seu estado mais saudável e natural. Promover seu bem estar através do Reiki é colaborar para o seu próprio, de sua casa e do planeta.



107 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page